Domingo, 23 De Dezembro De 2018

Anuncie Aqui!

D&Dezembro | 5 Temas E Os Melhores RPGs Para Jog√°-los.

No auge da minha ‚Äúcarreira‚ÄĚ como jogador, eu sempre pirava em personagens de filmes, s√©ries e quadrinhos e queria interpreta-los tamb√©m. Era frustrante porque eu era chato e queria ver o personagem traduzido para os sistemas perfeitamente! Imagina, eu jogando storyteller e querendo adaptar algum personagem do Jackie Chan com aqueles 15 pontinhos para distribuir‚Ķ

Até que me toquei que o lance é adaptar. Posso criar um personagem original… ou posso dar um jeito de botar no papel(e no teatro da mente) um personagem que adorei e que gostaria de interpretar.

Resultado de imagem para sephiroth
Na minha obsess√£o pelo Sephiroth, cheguei a adapta-lo de forma bem sucedida para Lobisomem.

Mas às vezes o lance não é exatamente o personagem, e sim a ambientação onde ele está inserido. Jogamos Dungeons & Dragons e Pathfinder por sermos fãs de magia e espadas; Vampiro é legal não só por sermos seres sobrenaturais, mas por estarmos no mundo real, que nem faz idéia dos horrores que se escondem(e você é um deles); ou Shadowrun, por sermos fãs de Blade Runner e de seu futuro sombrio.

Muitas franquias j√° tem um RPG pr√≥prio(tem RPG de Star Wars), mas maioria tem que ser adaptada ou pelo menos ter algo equivalente. Ent√£o vamos √† lista adiante, de sugest√Ķes de bons sistemas pra voc√™ jogar naquela ambienta√ß√£o que voc√™ tanto curte!

1. Conan

Resultado de imagem para conan

Dungeons and Dragons e Pathfinder parece que já vão na ponta da língua, né?

Tendo praticamente inventado o g√™nero de espada e magia, Conan foi uma grande influ√™ncia para os referidos RPGs. Um bom mestre saberia dar o tom sombrio e brutal de suas aventuras, seja no tom ou em ambienta√ß√Ķes espec√≠ficas.¬†

Mas ser√° a √ļnica op√ß√£o?

No Brasil t√≠nhamos o GURPS, um sistema gen√©rico que lhe dava tudo o que voc√™ precisava para fazer um jogo em qualquer ambienta√ß√£o. N√£o √© o √ļnico a fazer isso, mas por que o cito?

Porque um de seus suplementos se chama GURPS Conan.

O livro tem tudo o que você precisa para ambientar um jogo na Era Hiboriana, com várias vantagens e desvantagens apropriadas.

No entanto, GURPS se encontra descontinuado no Brasil. Seus livros podem ser achados no Mercado Livre ou importando.

Savage Worlds pode ser uma boa opção, pois também é um sistema genérico e tem suplementos que podem ajudar mestres e jogadores a criar a Era Hiboriana ou algo bem parecido.

Resultado de imagem para savage worlds

Lankhmar é um bom exemplo. Muitas das histórias de Conan envolviam o tipo de história envolvendo roubos e pirataria, portanto é uma boa fonte de inspiração. Somado ao compêndio de fantasia, não deve ser difícil recriar essa rica ambientação.

https://i0.wp.com/www.peginc.com/wp-content/uploads/2015/04/Lankhmar_City_of_Thieves_Cover5in.jpg?resize=413%2C632&ssl=1

2. Filmes de Crime

Gangsters, assaltantes, trambiqueiros, gangues de rua… Hollywood nos agraciou com o tema há décadas. Meu principal interesse surgiu quando vi Jogos, Trapaças e Dois Canos Fumegantes. Quem não curte um filme onde trambiqueiros gente boa querem se dar bem rápido?

Resultado de imagem para lock stock and two smoking barrels gif

Claro, você também pode ser um grande fã de O Poderoso Chefão. Ou de Warriors, o cult filme de gangues de rua do final da década de 1970.

O que usar pra trazer esse clima?

Vampiro: A M√°scara e crime se misturam como rum e coca. A influ√™ncia dos vampiros na sociedade n√£o se resume ao controle legal da mesma, mas tamb√©m de atividades il√≠citas. Muitos Brujah s√£o recrutados de gangues, os aristocr√°ticos Ventrue n√£o se manteriam no poder se n√£o soubessem quebrar as regras, Toreador podem estar envolvidos em contrabando e venda ilegal de objetos de arte… e temos tamb√©m os Giovanni.

Resultado de imagem para vampire the masquerade giovanni

Uma cr√īnica com uma vers√£o vampiresca de Os Bons Companheiros, Era Uma Vez na Am√©rica ou O Poderoso Chef√£o levariam qualquer f√£ ao s√©timo c√©u.

Resultado de imagem para sleep with the fishes
Ou a dormir com os peixes…

Blades in the Dark √© um cuja tem√°tica √© crime e oferece condi√ß√Ķes para as mais diversas aventuras no tema.

3. Pro fã de ficção científica

Ir onde nenhum homem jamais esteve, derrubar um imp√©rio com o uso da for√ßa, sobreviver a uma bizarra criatura alien√≠gena escondida na nave, contatos imediatos do terceiro grau, n√£o existe colher… a fic√ß√£o cient√≠fica t√° na ponta da l√≠ngua das refer√™ncias do f√£ de cultura pop.

E para colocar os jogadores no clima, não falta opção. O anteriormente mencionado Savage Worlds tem seu compêndio de ficção científica, com todo o suporte necessário para criar suas aventuras em qualquer ambientação.

Starfinder, que já foi financiado e está previsto para sair em Março de 2019 pela New Order, mistura fantasia e ficção científica. Classes como os Solarians são perfeitas para representar um Jedi, se você quer rolar uma campanha ao estilo Star Wars.

Resultado de imagem para solarian starfinder
Kasatha Solarian

O uso de classes como o Operativo pode gerar muitas aventuras interessantes envolvendo intriga, hacking e espionagem. O f√£ de universos cyberpunk vai amar.

Resultado de imagem para operative starfinder
Humano operativo.

E f√£s de Tropas Estelares, A Guerra do Velho, O Jogo do Exterminador e outros cl√°ssicos de guerra futurista v√£o se beneficiar muito do uso de regras de combate com nave e da classe Soldado.

Resultado de imagem para soldier starfinder
Soldado Vesk.

Fãs de Isaac Asimov vão adorar interpretar um androide também.

Resultado de imagem para android starfinder

4. Super-Heróis

Desde meados do ano 2000 que os super-heróis não são mais nicho e caíram na boca do povo. E o jogador de RPG não ficou orfão de sistemas que o permitam interpretar seu personagem favorito!

Savage Worlds(de novo) também tem um compêndio de super poderes voltado para a construção de aventuras nesse sentido.

O RPG Mutantes e Malfeitores √© uma das op√ß√Ķes mais conhecidas. Publicada pela Green Ronin e licenciada no Brasil pela Jamb√ī, o sistema √© uma vers√£o modificada do D20 para caber mais no contexto de um mundo super-her√≥ico. Possui muitos suplementos para ajudar nas mais diversas ambienta√ß√Ķes, como era de ouro, vers√£o Ultimate e at√© mesmo um para o universo DC.

5. Horror

Seja aquele serial killer imortal, poltergeists e demais males invocados, vampiros, lobisomens, zumbis, ou estranhos deuses alienígenas, o horror oferece nos fascina tanto quanto nos mantém acordados à noite. E, lógico, o que não falta é suplementos ou jogos inteiros que ajudem para a construção de aventuras para deixar seus jogadores de cabelo em pé.

Além do Savage Worlds e seu compêndio de horror, temos muitos outros exemplos de RPGs especificamente voltados para o tema. Call of Cthulhu, da Chaosium, é o mais popular jogo no tema Lovecraft. A editora Retropunk trouxe um feito sob o sistema Gumshoe, chamado Rastros de Cthulhu.

Resultado de imagem para rastro de cthulhu

Fantasia e horror tamb√©m s√£o uma boa mescla. O mundo de Ravenloft, para Dungeons and Dragons, √© uma das op√ß√Ķes mais famosas. A campanha Curse of Strahd traz o mundo para a quinta edi√ß√£o do jogo e pode ser uma √≥tima primeira introdu√ß√£o a ele.

Resultado de imagem para curse of strahd

Shadow of the Demon Lord(trazido pela Pensamento Coletivo) também exacerba este elemento, introduzindo a questão da sanidade e corrupção para deixar os jogadores ainda mais tensos.

Resultado de imagem para shadow of the demon lord

Pra você ver que nem de grandes sistemas se pode obter aquilo que você quer. No mais, a dica é adaptar e se deixar levar.

Posts Relacionados
%d blogueiros gostam disto: