Não deixe de conferir nosso Podcast!

Chip Zdarksky explora ódio de J.J. Jameson pelo Homem-Aranha em história

O título é do Homem-Aranha, mas o destaque desta vez vai para o jornalista J.J. Jamenson

Mais uma vez o roteirista canadense Chip Zdarksky explora um drama de um personagem da Marvel para montar um bela história. Zdarksky, que está sendo aplaudido por crítica e público na série do Demolidor, desta vez está num título do Homem-Aranha, mas destacando o jornalista e editor do Clarim Diário, J.J. Jameson.

Tudo começa em 1965 quando Jameson comete um grave falha na tentativa de capturar seu principal alvo: o cabeça de teia. É esse ódio pelo herói a temática de “Homem-Aranha – História de Vida Especial” lançada pela Panini Comics no Brasil.

Trata-se de uma história curta, de apenas 32 páginas, mas bem contundente. A cisma de Jameson não é surpresa para ninguém, mas a grande novidade apresentada por Zdarksky é dar destaque a questão de forma tão contundente. São 36 anos que se passam nestas 32 páginas, mas que destacam bem essa relação do jornalista com o herói.

Os desenhos de Mark Bagley são um pouco conservadores, mas isso ajuda a dar o clima dos anos 60 da história, e dão conta do recado.

E fica o debate: qual o motivo de tanta raiva? Na história, Jameson conta que odeia “suas gracinhas”, “sua superioridade”, “seu poder”, e que não acredita que tenha boas intenções quem “esconda o rosto com uma máscara”. Seria simplesmente inveja?

Jameson passa muito tempo na cadeia onde escreve um livro contando tudo.

 

O autor

Chip Zdarsky também é jornalista, ilustrador e colunista de vários jornais canadenses e americanos desde o final dos anos 1990. Lançou Sex Criminals em 2013 pela Image Comics, que também arrancou elogios do público e da crítica.

O canadense Chio Zdarksky é também jornalista e colunista de jornais norte-americanos e do Canadá

 

Serviço

Homem-Aranha – História de Vida Especial

Páginas: 32

Panini Comics

R$ 9,90

Marcelo Costa
Jornalista formado pela Universidade Federal do Piauí com mais de 20 anos de atuação na área, sempre com destaque para área cultural, principalmente no campo das histórias em quadrinhos, cinema e séries.