Não deixe de conferir nosso Podcast!

Resenha | Ghost – Impera (2022)

Ghost volta mais original que nunca no seu novo álbum intitulado "Impera", confira nossa resenha sobre essa obra prima musical.
Ghost Impera
Ghost - Impera (2022)

Ghost volta mais original que nunca no seu novo álbum intitulado “Impera”, confira nossa resenha sobre essa obra prima musical.

 

Semana difícil. O site passou alguns dias fora do ar por motivos técnicos com o servidor, mas acho que agora ele está disponível novamente e espero que não tenha ido embora para sempre.

Esta semana eu finalmente consegui ouvir o novo álbum da banda sueca de rock/metal Ghost. Em 2022 eles estão de volta com mais um incrível álbum intitulado “Imperia”. É um disco cheio de reviravoltas musicais. Há três breves introduções/interlúdios e nove “músicas reais”, incluindo baladas épicas destinadas a estádios, linhas criativas e estranhas, além de alguns clássicos para a história musical dessa banda tão única.

 

Não há dois álbuns do Ghost iguais, e este álbum não soa nada parecido com o álbum anterior Prequelle ou qualquer álbum que veio antes. Ghost tem uma capacidade incrível de evoluir notavelmente ao longo de sua carreira, e você fã da banda ou não, não tem como negar isso.

Se você está esperando um álbum bem “doom ocult”,porque alguém uma vez mencionou que a banda toca isso, “Impera” não é o álbum que você espera ouvir. Essa fase “obscura filme de terror b” acabou há dez anos, se ainda não sabe.

Este álbum é talvez o disco mais brilhante do Ghost. Ouvi-lo ao vivo deve ser uma das experiências musicais mais incríveis que um fã de rock metal terá na vida. Algumas pessoas tentaram até estragar “Impera” falando que parecia Bon Jovi, Def Leppard e até Van Halen e, com toda a honestidade, mas “Impera” não soa especificamente como nenhuma das bandas citada acima, mas há toques e sentimentos que evocam – apenas misturados com dezenas de outras influências.

Ghost é um caldeirão musical e não há dois ouvintes que irão descrevê-lo exatamente da mesma maneira. Quando se escuta a banda, você estará pescando referências musicais do rock psicodélico ou progressivo dos anos 60, 70, ao som da MTV dos anos 80, ao Hard Rock clássico e talvez até pedaços de Ozzy e Dio… não dá para elencar todas as referências que o Ghost bebe. Além de todo o rock e metal, Tobias Forge também sempre teve um grande ouvido para música pop, e os estilos pop dos anos 70/80 principalmente.

O produtor musical do Ghost, Klas Åhlund, trabalhou em vários álbuns e pessoas como Madonna, Kylie Minogue, Britney Spears, Sugababes, Paloma Faith e muitas outras. “Impera” tem diversas maneiras de se ouvir e esse cara aqui é a mente brilhante também por trás disso.

Fãs de rock e metal precisam parar de acreditar que bandas como Ghost ou qualquer grupo musical hoje simplesmente criam suas músicas dentro de uma garagem e acham que ficam famosos. Músicos desse gênero atualmente são grandes pesquisadores e multintrumentalistas. O sentimento musical de tocar e escrever letras mudou completamente. 

E a mistura de pop, rock e metal sempre foi a pedra angular do Ghost, e a proporção e as especificidades mudam um pouco a cada álbum, mas sempre soa como Ghost.  Mesmo “Impera” sendo um disco bem distante de Opus Eponymous – 2010”, você sabe que é Ghost.

É difícil escolher as faixas destaques, todas elas servem a um propósito específico na jornada do álbum, três delas já eram singles lançados e nenhuma delas é pulável. É um álbum bastante preenchido, sucinto, bem ritmado. Definitivamente o tipo de álbum que você ouve até o final sem pular qualquer música até o fim.

Como sempre, o Ghost entrega um ótimo álbum que dá mais do que queremos, de maneiras peculiares e inesperadas, e soa exatamente e exclusivamente como eles mesmos, enquanto nunca se repetem e também soam como uma Jukebox de dezenas de outras coisas que você gosta ou pelo menos reconhece de outro lugar. 

“Impera” é música de alto nível e performance que você ficará desesperado para ouvir ao vivo. Um dos álbuns de 2022 sem dúvidas.

 

PikachuSama
Editor de Contéudo deste site. Eu não sei muita coisa, mas gosto de tentar aprender para fazer o melhor.