Não deixe de conferir nosso Podcast!

Primeiras impressões da série de fantasia da Amazon Prime Video: Carnival Row

Carnival Row
Amazon Prime Video

Esse texto não contém spoiler da primeira temporada de Carnival Row e apresenta apenas algumas linhas sobre o que assisti da nova série de fantasia da Amazon Prime Video.

Com disputas políticas, sindicalistas em guerra e guerras de classes e espécies, parece beberam um pouco de Scorsese, Alan Moore e Tolkien para criarem Carnival Row. Já disponível na Amazon Prime Video.

Carnival Row evoca Londres vitoriana, é sujo com diversos elementos desagradáveis dessa época tão famosa na literatura e cinema. Eu mesmo sou fã. Há uma construção e explicação de como funciona este mundo desde o primeiro minuto com várias facções étnicas, divisão de classe e um senso de escala que faz as coisas parecerem grandiosas. Você recebe uma breve indicação do contexto histórico, um misterioso assassino em série e suspense policial mesmo não tendo chegado aos 10 minutos de exibição do primeiro episódio. Depois disso, a gente acaba sendo envolvido dentro de uma produção polida e com bastante estereótipos e referências. Me lembrou de verdade Do Inferno de Alan Moore toda a ambientação de Carnival Row, e eu estou falando dos quadrinhos e não do filme.

Orlando Bloom, Cara Delevingne e Jared Harris encabeçam Carnival Row, mas eles perdem um pouco do brilho, já que os primeiros episódios a série tenta lançar terreno e contextualizar o telespectador. A Amazon está claramente satisfeita consigo mesma e o dinheiro gasto com algo original significa que o Carnival Row cheira a autenticidade. Mas infelizmente, o que falta a série agora é uma história tangível.

O que a Amazon está tentando fazer é criar um enorme caldeirão de personagens enquanto incorpora debates em torno da imigração, política e divisão classe com o elemento terror/suspense ao fundo. Gangues de Nova York ou A Era da Inocência abordaram esses temas e usaram de forma primorosa no cinema. Carnival Row parece uma adaptação de um quadrinho com pretensões cinematográficas. Existem alguns problemas que estão sendo explorados para encobrir uma história que realmente precisa ganhar substância. O design de produção é primoroso, preciso deixar isso anotado aqui. Orlando Bloom e Cara Delevingne estão trabalhando duro para dar vida a esse cenário vitoriano, mas o climão que os dois estão passando por causa de se envolverem num passado não muito distante, deixa um pouco a desejar, além de precisarem se unir para combater uma ameaça que pode destruir o mundo. Todavia, seus personagens são interessantes e fiquei com grandes expectativas para segunda temporada em relação aos dois.

Carnival Row
Amazon Prime Video

A ação está ótima, as perseguições também. Existe um grande cuidado com os efeitos visuais e a técnicas para fazerem o povo fada voar sem parecer falso. Os objetos, transportes e armas também chamaram muito minha atenção. Lembra em alguns momentos que estamos assistindo algo steampunk. Mas Carnival Row precisa aumentar a aposta. Esta pode ser a primeira temporada, explosiva, visualmente linda e com quantidade iguais de tempo de exibição para nossos protagonistas, mas precisa melhorar. Como cruzar algumas pedras ao dar mais informações a esse mundo fantástico e interessante que a história está inserida, mas há claramente um intelecto tangível por trás de sua criação, por enquanto Carnival Row está mais envolvido em nos mostrar o que pode fazer em vez de optar por entreter o público.

Mesmo parecendo que estou apenas fazendo uma grande reclamação, eu indico a série. Não é cansativa e bem-feita. Amazon está começando a mostrar as mangas.

PikachuSama
Editor de Contéudo deste site. Eu não sei muita coisa, mas gosto de tentar aprender para fazer o melhor.